Antiga Roma

Republica Romana

A REPÚBLICA ( 509 a.C.-27 a.C.)

  Foi por água a baixo a realeza romana, no seu lugar o Senado se tornou o órgão máximo da República.

  Em vez de governar um novo rei, os patrícios elegiam dois lideres que agiriam com plena autoridade sobre os assuntos civis, militares e religiosos por um ano. Esses magistrados eram :

  » CÔNSUL: propunham leis, presidiam o Senado e as Assembléias.

  » PRETOR: administrava a justiça.

  O Senado continuava a ser ocupado pelos patrícios e a Assembléia era formada pelos cidadãos pobres, os plebeus. Era sempre feito um plebiscito entre os cônsules e a Assembléia para tomar decisões.

  As divergências entre patrícios e plebeus não pararam. O início da República contribuiu para o aumento da plebe. Ela era fundamental para a formação dos exército. Mas não faziam parte da elite econômica e política de Roma. Resultado:cansaram de tanta exploração... recusaram a servir o exército, um desfalque no poder militar de Roma. Essa luta durou mais de um século até eles conseguirem privilégios. entre eles:

  • os plebeus tinham agora representação através de dois TRIBUNOS DA PLEBE, poderiam cancelar quaisquer decisões do governo que de uma forma ou de outra prejudicassem a plebe.
  • LEIS DAS DOZE TÁBUAS : eram para patrícios e plebeus. Dava clareza e evitavam o violamento da leis.
  • LEI CANULÉIA: permitia o casamento entre patrícios e plebeus.
  • ERA PROIBIDA A ESCRAVIDÃO POR DÍVIDA: alguns plebeus passavam a vida toda pagando dívida. Agora isso era proibido.

Imagens e Esquemas

 

Império Romano durante a República (a roxo)

Imagens e Esquemas

Cidade de Roma durante a República