Antiga Roma

A Sociedade e as instituições políticas

 

 Pirâmide Social romana

 

 http://www.prof2000.pt/users/sandradias/romanos/portal/accao_formacao/social.jpg

 

 Ordem Senatorial – Homens mais ricos e influentes que desempenhavam cargos políticos – senadores ou magistrados. Muitos deles eram possuidores de grandes propriedades, latifúndios, cultivadas por escravos.

 

 Ordem Equestre ou Cavaleiros -  Homens endinheirados e com prestígio social. Eram cobradores de impostos, negociantes ou estavam ligados às obras públicas. Eram os novos ricos da sociedade, desempenhavam também importantes cargos no exército e na administração.                

 

 Plebeus – Homens livres, menos poderosos e ricos que os grupos anteriores. Eram pequenos proprietários, comerciantes ou artesãos. Muitos plebeus encontravam-se desempregados devido à concorrência da mão-de-obra escrava. Uns eram muito pobres, que viviam da esmola; outros tornavam-se clientes de homens ricos, recebendo sustento em troca do seu voto para o Senado ou outros cargos na administração

 

 Os Escravos e Libertos – Normalmente eram prisioneiros de guerra, criminosos ou adquiridos por compra. Não dispunham de quaisquer direitos cívicos ou jurídicos. Estavam totalmente dependentes de seus amos, que lhes davam abrigo e alimentação. O escravo era considerado um objecto, podendo ser vendido, castigado, morto ou abandonado

 

 

 Os escravos eram ocupados com as mais diversas actividades:
serviço domésticos, trabalhos no campo, nas minas, no artesanato
ou secretários, médicos ou engenheiros, no caso de serem mais cultos.

Muitas vezes, os escravos domésticos, acabavam por ter uma relação muito próxima e familiar com os seus proprietários.


Alguns deles conseguiram adquirir a liberdade, tornando-se Libertos.